NOTÍCIAS

Lista de candidatas à abertura de capital em 2011

1 de dezembro de 2011

Revista Exame publica matéria de capa sobre a onda de empresas que abrirão capital em 2011. Entre as 26 empresas destacadas, a revista aborda a inteção do Aché no IPO e afirma que a operação “tem tudo para ser uma das principais do ano”. Foram ouvidos, além do Aché, bancos, analistas, investidores, empresas, consultorias e executivos.

A lista de candidatas à abertura de capital em 2011 é grande – e repleta de nomes conhecidos. Nas últimas semanas, EXAME elaborou uma seleção das empresas que pretendem aproveitar o atual momento positivo para ir à bolsa. Algumas se destacam.

A Azul, companhia aérea fundada pelo empresário David Neelman, está se preparando para abrir capital neste ano. Neelman tem alguma experiência no assunto. Em 2002, a JetBlue, companhia aérea americana fundada por ele, fez seu próprio IPO na bolsa americana, e as ações valorizaram 67% no primeiro dia (para cair, é bem verdade, isso e mais um pouco nos anos seguintes). Outra empresa aérea, a Webjet, controlada pela família Paulus, fará o mesmo. A operadora de turismo CVC planejou seu IPO para o segundo semestre. O laboratório farmacêutico Aché, maior nacional do país, também.

Os acionistas do laboratório Aché decidiram que está na hora de abrir capital para ter a mesma flexibilidade. “Eu não tenho essa ferramenta (ações como moeda de troca), e uma empresa aberta tem”, diz José Ricardo Mendes da Silva, presidente do Aché. “Com a abertura de capital, vamos ganhar fôlego para crescer mais rápido.”
O Aché tem uma geração de caixa de 420 milhões de reais, e seu IPO tem tudo para ser um dos principais do ano.
 

Clique aqui e veja a matéria na íntegra!

Fonte: Revista Exame

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.