NOTÍCIAS

Cientistas identificam genoma de parasita transmissor da malária

27 de novembro de 2008

Cientistas identificam genoma de parasita transmissor da malária

Efe – 08/10/2008

Pesquisadores do Hospital Clínico de Barcelona informaram hoje que conseguiram identificar o genoma do Plasmodium vivax, um dos parasitas que transmitem a malária.

Pedro Alonso, responsável da equipe espanhola, explicou que o Plasmodium vivax, é, ao lado do Plasmodium falciparum, o mais infeccioso e perigoso dos quatro maiores agentes na transmissão da malária.

Os outros dois são o Plasmodium malariae e o Plasmodium ovale, presentes principalmente na África, enquanto o vivax é mais frequente na América do Sul e o Oriente Médio.

Embora a malária provocada pelo Plasmodium vivax seja raramente mortal, esta doença causa problemas para os setores de saúde e economia dos países que sofrem com ela.

Estima-se que este parasita seja o responsável por entre 25% e 40% dos 515 milhões de casos anuais da malária no mundo.

O descobrimento do genoma do Plasmodium vivax, liderado pelo The Institute for Genomic Research (TIGR), e que foi publicado no último número da revista “Nature”, revelou que seu genoma é muito mais parecido com o do Plasmodium falciparum que o esperado.

Segundo a pesquisa, o vivax teria mecanismos alternativos de infecção dos eritrócitos, as células do sangue humano nas quais se cobre e se multiplica o parasita durante seu complexo ciclo vital.

Para os pesquisadores, estas vias alternativas de infecção não tinham sido observadas anteriormente, e que com esta informação genética será possível encontrar formas de combate à malária.

O plasmodium e o vivax podem coexistir em muitas ocasiões, e representam 10% da malária no Brasil e 30% dos casos registrados em Papua Nova Guiné.

No estudo, demonstrou-se que o vivax não é um parasita benigno. Na realidade, causa doenças graves e pode até matar. Foi possível também perceber a sua capacidade de se instalar de uma forma latente no fígado, por anos.

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.