NOTÍCIAS

Bactéria em ovo é causa de 30% das intoxicações alimentares, diz pesquisa

30 de novembro de 2008

Quem tem hábito de comer em lanchonetes deve ficar atento. Anvisa discutirá tipo de embalagem para ovos.

Do G1, em Brasília, com informações do Bom Dia DF – 12/11/2008

Dados do Ministério da Saúde apontam que 30% dos casos de intoxicação alimentar são causados por uma bactéria, a salmonela, facilmente encontrada na casca do ovo ou no ovo cru. Os principais sintomas são diarréia, febre, dores na barriga e na cabeça. 
Muitas pessoas que não têm tempo de fazer as refeições em casa acabam comendo em lanchonetes e restaurantes. Mas será que essas pessoas tomam cuidados? “Não”, responde rápido um consumidor. “Estou observando a limpeza do balcão, o material que está fritando o pastel, o óleo parece ser fresco”, observa outra pessoa.

É importante estar atento a higienização dos estabelecimentos e dos alimentos, principalmente os de origem animal, como carnes, leite, queijos e ovos. Todos precisam ser muito bem cozidos, caso contrário eles podem desenvolver a bactéria.
Depois de fazer um lanche na rua, o estudante Caio Lins teve sintomas de intoxicação pela salmonela. Passou três dias internado no hospital e ainda faz uma dieta rigorosa.“No meu caso foi grave porque a bactéria podia ter ido para a veia. Por isso tive que ficar internado. Aí realmente foi complicado, chato”, lembra.

Com medo da contaminação, a feirante Izabel Costa sempre toma alguns cuidados. “Deve-se conservar a comida sempre na geladeira. Você tira do freezer e guarda na geladeira”, aconselha.
A Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizará debate em janeiro sobre a mudança no tipo de embalagem dos ovos, que hoje é aberta e sem proteção.

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.