NOTÍCIAS

Memória humana fica melhor a cada geração, diz estudo

30 de novembro de 2008

Memória humana fica melhor a cada geração, diz estudo

Níveis mais elevados de instrução e boa nutrição seriam causas do fenômeno observado

Estadão Online – 11/11/2008

Um estudo sueco desenvolvido ao longo de vinte anos demonstrou que a memória humana vem melhorando a cada geração, devido a fatores como níveis mais elevados de instrução e boa nutrição.

Segundo os pesquisadores da Universidade de Estocolmo, os resultados do estudo – o maior já realizado sobre o tema – podem conduzir à elevação da atual idade de aposentadoria para homens e mulheres.

“Os resultados indicam que a idade de aposentadoria pode ser ajustada para além dos limites atuais, já que estamos retendo melhores funções cognitivas no processo de envelhecimento”, destacou Lars-Göran Nilsson, professor de Psicologia da Universidade de Estocolmo e líder do projeto, em entrevista ao jornal sueco Svenska Dagbladet.

A pesquisa envolveu 4,2 mil pessoas entre 25 e 80 anos de idade durante um período de vinte anos, com intervalos de cinco anos entre os testes. O estudo faz parte do chamado projeto Betula, que tem como objetivo examinar o desenvolvimento da memória a fim de identificar sinais preliminares de demência.

“Descobrimos que a memória das experiências, também conhecida como memória episódica, melhora a cada geração”, disse Lars-Göran Nilsson.

A memória episódica se refere a lembranças de acontecimentos específicos – como, por exemplo, lembrar-se de uma viagem feita com a avó trinta anos atrás.

Entre outros testes, os participantes do estudo tiveram que identificar cerca de vinte rostos, tempos depois de vê-los em fotografias mostradas pelos pesquisadores.

Fatores determinantes

Os cientistas concluíram que os fatores determinantes para o desenvolvimento da memória são os níveis de educação, a nutrição e o tamanho da família. Segundo o estudo, as pessoas com maior grau de instrução, melhor nutrição, bons hábitos de exercícios e menor quantidade de irmãos ou irmãs possuem memória episódica mais acentuada. Além da quantidade de irmãos ou irmãs, a ordem de nascimento na família também é um fator determinante, dizem os cientistas: os primeiros filhos tendem a ter melhor memória episódica. “A explicação é provavelmente o fato de que o primeiro filho recebe 100% da atenção, e quando a criança ganha irmãos a energia e o tempo dos pais passam a ser divididos entre todos”, esclarece o líder do projeto. O estudo demonstrou também que, mesmo entre as pessoas com formação biológica semelhante, aqueles que possuem nível mais baixo de instrução possuem uma memória episódica mais fraca.

A influência do grau de educação sobre a memória pode ser conseqüência do maior desenvolvimento do pensamento abstrato, ponderam os cientistas. O fluxo de informações a que as pessoas são expostas, assim como os computadores e jogos, também exercem papel importante para estimular o cérebro e fortalecer a memória. Os cientistas observam que já os efeitos da nutrição sobre a memória episódica são mais difíceis de medir, uma vez que fatores genéticos também são determinantes nesta área.

O objetivo dos pesquisadores suecos agora é conduzir estudos comparativos em países em desenvolvimento: “É importante pesquisar se estes três fatores determinantes (grau de instrução, nutrição e menor quantidade de irmãos) também são decisivos em um país em desenvolvimento, onde o acesso a escolas e a alimentos não é tão evidente”, disse Lars-Göran Nilsson. Cientistas chineses já expressaram interesse na pesquisa.

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.