NOTÍCIAS

Fitch atribui Rating inicial ‘BBB-‘ ao Aché Laboratórios Farmacêuticos

1 de dezembro de 2012

A Fitch Ratings atribuiu, dia 6 de Fevereiro de 2012, os IDRs (Issuer Default Ratings – Ratings de Probabilidade de Inadimplência do Emissor) de Longo Prazo em Moeda Estrangeira e Local ‘BBB-‘ (BBB menos) e o Rating Nacional de Longo Prazo ‘AA+(bra)’ (AA mais (bra)) ao Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. (Aché). A Perspectiva dos ratings é Estável.

Os ratings grau de investimento do Aché refletem sua estrutura de capital bastante forte; seu histórico de robusta geração operacional de caixa e fluxos de caixa livre positivos, sustentados por sua relevante posição de negócios no mercado brasileiro; além da liderança da empresa no segmento de prescrição médica. Os ratings também incorporam a expectativa da Fitch de que a companhia manterá sua estratégia financeira conservadora com uma estrutura de capital desalavancada, aliada à sólida posição de liquidez. Os fortes fundamentos do setor farmacêutico no Brasil e sua perspectiva favorável também estão contemplados nas classificações.

Os ratings são limitados pelos constantes desafios relacionados à manutenção da participação de mercado do Aché num ambiente de forte e crescente concorrência, que reflete a presença de grandes competidores globais, com escala significativamente superior e maiores recursos financeiros. Também estão incorporados aos ratings a expectativa de acirrada concorrência no segmento de medicamentos genéricos, no qual deve se concentrar o crescimento do mercado brasileiro nos próximos anos. A necessidade de constante inovação de medicamentos e o ambiente bastante regulado do setor também são riscos relevantes.

Sólido Perfil de Negócios em Ambiente de Acirrada Competição
O Aché tem uma marca sólida e reconhecida na indústria farmacêutica brasileira. Sua carteira de produtos diversificada, sua liderança no segmento de prescrição médica e sua presença nos segmentos de genéricos, de medicamentos isentos de prescrição e de dermocosméticos, que apresentam melhores oportunidades de crescimento, sustentam sua forte posição na indústria. O Aché é o quarto maior laboratório no país, em termos de receita bruta, e detém uma das maiores forças de vendas no mercado nacional, o que lhe confere vantagens competitivas frente a seus pares. As margens da companhia são fortes e estáveis, apesar do desafio de operar em um ambiente de elevada competição, com farmacêuticas multinacionais.

Como outras companhias farmacêuticas de mercados emergentes, o Aché apresenta um pipeline de projetos de pesquisa e desenvolvimento mais restrito, em comparação com as multinacionais do setor, e detém um portfólio de produtos patenteados mais fraco. Por outro lado, sua exposição ao vencimento de licenças de comercialização e produção é baixa: apenas 15% de sua receita, aproximadamente, derivam destes produtos. A empresa tem envidado esforços permanentes na inovação e na renovação de sua carteira de produtos e investe cerca de 10% de sua geração de caixa operacional em pesquisa e desenvolvimento. Entretanto, lançamentos de novos medicamentos deverão representar somente cerca de 4% e 8% das receitas do laboratório em 2011 e 2012, respectivamente. 

Desafio de Manter Rentabilidade Frente à Crescente Concorrência
A Fitch acredita que a expertise de operação do Aché na indústria brasileira e sua forte base de distribuição deverão mitigar parcialmente as ameaças de aumento da concorrência, mas a empresa deverá apresentar crescimento inferior ao de seus pares. A decisão estratégica de expansão dos negócios da companhia no segmento de genéricos deverá acarretar perda moderada de suas margens operacionais, em razão da menor rentabilidade deste segmento. O crescimento dos negócios do Aché representa um importante desafio, uma vez que a companhia precisará ser eficiente em equilibrar a expansão no segmento de genéricos enquanto continua desenvolvendo um portfólio de produtos de marca, com o objetivo de manter suas margens e sua forte presença de mercado.

No período de 12 meses encerrado em 30 de setembro de 2011, as receitas líquidas e o EBITDA do Aché alcançaram BRL1,4 bilhão e BRL432 milhões, respectivamente frente aos BRL1,2 bilhão e BRL393 milhões registrados em 2009. A margem de EBITDA foi de 31,7%, em comparação com a média de 32,5% nos últimos dois anos. Isto indica uma queda moderada da rentabilidade, porém acima da média da indústria. Os recursos das operações (FFO) e o fluxo de caixa das operações (CFFO) permaneceram robustos, totalizando BRL417 milhões e BRL462 milhões, respectivamente, em 30 de setembro de 2011.

Consistente Geração de Fluxo de Caixa Livre
O Aché apresenta um histórico de sólida geração de fluxo de caixa livre (FCF) positivo após dividendos e investimentos. Entre 2007 e 2010, a empresa gerou um FCF médio de BRL168 milhões e a distribuição de dividendos atingiu BRL139 milhões, em média, no período. Nos últimos dois anos, o Aché elevou a distribuição de dividendos para sustentar oportunidades de negócios adicionais de seus acionistas controladores. Ao todo, foram pagos BRL409 milhões entre 2009 e 2010. Esta forte política de distribuição de dividendos se apoia principalmente no forte fluxo de caixa operacional e na estrutura de capital desalavancada da empresa. A Fitch espera que, em um cenário mais desafiador, a companhia utilize uma política de dividendos mais conservadora, a fim de elevar sua flexibilidade financeira e sustentar sua conservadora estrutura de capital. No período de 12 meses encerrado em 30 de setembro de 2011, o Aché gerou BRL138 milhões de FCF, ainda que tenha distribuído dividendos de BRL260 milhões.

Estrutura de Capital Desalavancada e Robusta Liquidez
Historicamente, o Aché tem mantido baixos índices de alavancagem e seus indicadores de crédito permanecem bastante fortes. Segundo estimativas da Fitch, o índice dívida líquida /EBITDA deve se posicionar abaixo de 1,0 vez em 2012. Nos últimos cinco anos, a alavancagem média do Aché, medida pelo índice dívida total/recursos das operações (FFO), foi de 0,8 vez, enquanto o indicador dívida líquida/EBITDA foi negativo ou abaixo de 0,5 vez. No período de 12 meses encerrado em setembro de 2011, a liquidez, somada à geração de caixa operacional (caixa + CFFO), cobria acima de 4,5 vezes a dívida total da companhia. Em 30 de setembro de 2011, o Aché possuía BRL557 milhões em caixa e aplicações financeiras e a dívida total era de BRL213 milhões. Cerca de 82% da dívida total da empresa se referem a empréstimos com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), utilizados para financiar a aquisição da Biosintética, em 2005, para a expansão do parque industrial do laboratório e para vários projetos de pesquisa e desenvolvimento. Fatores de Evolução do Rating 

Um rebaixamento dos ratings do Aché ocorreria, provavelmente, no caso de uma grande aquisição financiada por dívida, que afastasse a estrutura de capital da empresa dos patamares aceitáveis para sua categoria de rating e para seu risco de negócio. Uma deterioração significativa da reputação de sua marca e de sua geração de caixa ou um substancial enfraquecimento da participação de mercado da companhia na indústria farmacêutica brasileira também poderiam contribuir para o rebaixamento das classificações. Tendo em vista os desafios do ambiente competitivo, a Fitch considera improvável um aumento dos ratings a curto ou médio prazos.

Fonte: http://www.fitchratings.com.br/

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.