NOTÍCIAS

Vômito cria risco de irregularidade no ciclo menstrual, afirma pesquisa

26 de novembro de 2008

Meninas que vomitam para controlar peso tendem a ficar com menstruação desregulada. Problema é apenas mais um dos efeitos nocivos da prática à saúde feminina. Adolescentes que vomitam de uma a três vezes por mês para controlar seu peso aumentam seu risco de períodos menstruais irregulares em 60%, relata um novo estudo.

As que vomitam uma vez por semana ou mais triplicam o risco. Quando os pesquisadores restringiram a análise apenas a garotas de peso normal, a associação ficou ainda mais forte. O vômito autoinduzido pode causar instabilidade nos eletrólitos, erosão no esmalte dental, rompimentos no esôfago e outros problemas médicos, segundo informações de fundo do estudo e um editorial associado.

Ciclos irregulares são uma indicação de interrupções hormonais que podem afetar a saúde dos ossos e funções mentais de maneiras que podem ser irreversíveis mesmo com tratamento. Pesquisadores analisaram dados auto-relatados de 2.791 garotas com idades entre 14 e 19 anos em todo o país. Quase 9% relataram vomitar para controlar o peso uma a três vezes por mês; 3,1% vomitam uma vez por semana ou mais. O relato aparece na edição de maio da revista médica “The Journal of Adolescent Health”. S. Bryn Austin, o autor principal e professor-assistente de pediatria em Harvard, diz que, todos os anos, aproximadamente 2 milhões de garotas adolescentes vomitam para controlar seu peso. “Uma menina pode manter o vômito em segredo, mas comentar sobre seus ciclos menstruais irregulares. Se ela fizer isso, teremos uma oportunidade de intervir.”

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.