NOTÍCIAS

Vender não faz parte do vocabulário

26 de novembro de 2007

Valor Econômico – Abril/2007

“Somos compradores. Vender é uma palavra que não existe no nosso vocabulário, exceto medicamentos”, disse Adalmiro Dellape Baptista, um dos fundadores, integrante do conselho e acionista do laboratório Aché.

Numa situação bastante incomum, representantes das três famílias controladoras do Aché abriram o evento à imprensa dispostos a transmitir uma mensagem clara da posição da empresa no mercado farmacêutico. Não houve perguntas dos jornalistas.

Rumores recentes sobre a venda do laboratório à Sanofi-Aventis deixaram os acionistas incomodados. “Estamos numa situação propicia como compradores”, afirmou Baptista, dizendo ter ficado “raivoso” com notícias sobre a venda da empresa. 
 
Segundo apurou o Valor, o Aché foi procurado pelo laboratório francês para negociar uma joint venture no segmento de genéricos mas o acordo não prosperou. 
 
Os donos do Aché, que tiveram no início da década disputas pelo controle da companhia, fizeram questão de demonstrar união. “Formamos apenas uma família”, disse Baptista, chamando Victor Siaulys, outro fundador que estava ao seu lado, como “irmão”. 
 
Siaulys reforçou a posição das famílias de deixar as funções executivas nas mãos de profissionais. “Os fundadores nascem, vivem e morrem, mas não se pode deixar morrer seus sonhos”, disse Siaulys. “É um processo doloroso deixar as rédeas do poder, mas estamos aprofundando-o desde 2000.” 
 
“O que a gente quer é perpetuar o laboratório, prevendo uma abertura de capital, que não é vender a companhia, mas compartilhar com nossos sonhos”, afirmou José Luiz Depieri, representante da segunda geração de acionistas. 
 
Em 1966, três ex-propagandistas, hoje na casa dos 70 anos, se juntaram para comprar o laboratório farmacêutico. Em 2006, o Aché figurou como líder entre as farmacêuticas de capital nacional. “Tivemos o atrevimento de crescer, comprando multinacionais”, disse Baptista, lembrando que, à época, o que acontecia era empresas nacionais serem absorvidas por grupos estrangeiras. (AV)

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.