NOTÍCIAS

Aché Mais Vida é lançada no Dia Mundial do Doador de Sangue

1 de dezembro de 2012

Campanha permanente em prol da doação de sangue e de medula óssea começa em 14 de junho.

O Aché promove, no Dia Mundial do Doador de Sangue, a campanha Aché Mais Vida que incentiva colaboradores e sociedade a doar sangue e, a partir deste ano, a se cadastrarem no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME). “Consideramos esta uma das mobilizações voluntárias mais expressivas pelo altruísmo e anonimato do gesto. É o voluntariado cidadão e responsável, praticado pela consciência de um dever cívico e por isso, temos muito orgulho em levantar esta bandeira”, afirma Márcia Tedesco Dal Secco, gerente de comunicação e responsabilidade social do Aché.

Doação de Sangue

Os estoques de sangue estão baixos no país desde abril e a situação tende a se agravar com a chegada do inverno. A doação de sangue é rápida e simples. Basta ir a um hemocentro cadastrado e informar o desejo da doação. Em menos de 1 hora o doador está liberado e ganha um lanche para repor as energias antes de ir embora. É importante saber que o sangue doado beneficia até quatro pessoas e que, para doar sangue, basta a pessoa estar saudável.

Os requisitos básicos para doação de sangue são: estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 67 anos, pesar no mínimo 50 kg, estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas), estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação) e apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Algumas pessoas podem apresentar impedimentos temporários e devem aguardar para realizar a doação, por exemplo, em casos de resfriados, aguardar 7 dias, em casos de gravidez, aguardar 90 dias após o parto normal e 180 dias após cesariana, não é recomendado doar durante a amamentação, se ingeriu bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação, se fez tatuagem nos últimos 12 meses. Em situações em que há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis, como não usar preservativo com parceiros ocasionais ou desconhecidos, deve-se aguardar 12 meses, assim como para quem viajou para o Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins que são estados onde há alta prevalência de malária.

Já os impedimentos definitivos para a doação de sangue são: hepatite após os 10 anos de idade, evidência clínica ou laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas, além do uso de drogas ilícitas injetáveis e malária.

Os doadores de sangue devem respeitar os intervalos para doação que são de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres. Para mais informações e lista dos hemocentros cadastrados, acesse www.ache.com.br

Doe sangue e passe a bola para um amigo!

Doação de Medula Óssea

Para a realização de um transplante de medula óssea é necessário que a compatibilidade entre o doador e receptor seja 100%. A chance de encontrar uma medula compatível no registro brasileiro é em média de uma para 100 mil medulas disponíveis. Mais de 60% dos pacientes não possuem doadores na família e quando não há um doador aparentado a solução para o transplante é fazer a busca deste doador compatível na população cadastrada no banco de doadores de medula óssea. Quanto maior o número de pessoas cadastradas, maiores são as chances dos pacientes que aguardam seus doadores compatíveis.

Para colaborar, fazendo parte do banco de doadores, é preciso ter entre 18 e 55 anos de idade e apresentar boa saúde. Para se cadastrar, o candidato a doador deverá procurar o hemocentro mais próximo de sua casa, onde será agendada uma entrevista para esclarecer dúvidas a respeito das doações e, em seguida, será feita a coleta de uma amostra de sangue (10 ml) para a tipagem de HLA (características genéticas importantes para a seleção de um doador). Os dados do doador são inseridos no cadastro do REDOME e ficam disponíveis para verificação sempre que surgir um novo paciente. Caso haja compatibilidade da medula de um paciente com a medula do doador, ele será então consultado para decidir se fará a doação ou não. O transplante de medula óssea é feito em ambiente cirúrgico ou pela filtragem do sangue, procedimentos simples e seguros, e salva vidas!
 

Lista de Hemocentros Brasil – 2012

Aché Laboratórios

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.