NOTÍCIAS

Aché Laboratórios Farmacêuticos promove ação para conscientização sobre o colesterol alto genético

25 de setembro de 2023

O Aché, em parceria com a Associação Brasileira de Hipercolesterolemia Familiar (AHF) e grupo HipercolBrasil, promoveu, na última sexta-feira, 22 de setembro, no Incor em São Paulo, uma ação educativa para a conscientização sobre a hipercolesterolemia familiar, condição genética, que provoca altos níveis de colesterol desde a primeira infância. No Brasil, cerca de 800 mil pessoas podem ter HF e menos de 1% foram diagnosticadas. 

O objetivo desta ação foi conscientizar profissionais da saúde e público leigo para o diagnóstico e tratamento precoces por meio de testes gratuitos para medir o nível de Colesterol total e sua fração LDL, conhecido por “colesterol ruim” no sangue. Níveis de colesterol total acima de 310 mg/dL para adultos e 230 mg/dL para crianças e adolescentes podem indicar HF.

De origem genética, a hipercolesterolemia familiar (HF) é identificada por mutações que impedem o fígado de metabolizar – ou remover – o excesso de LDL. Na família com esta condição, a prevalência é de 1 em cada 2 pessoas. O acúmulo resulta em níveis sanguíneos muito altos, que podem desencadear o aparecimento de doença cardiovascular de forma prematura – de 5 a 20 anos mais cedo do que nas pessoas em geral. As pessoas com HF não são capazes de reduzir o suprimento natural de colesterol constantemente produzido pelo seu fígado e, assim, com as altas taxas de LDL colesterol no sangue, pode haver a obstrução de artérias do coração e do cérebro.

Antonio Amedeo Vattimo, médico cardiologista e gerente médico do Aché, reforça a importância da conscientização sobre a HF: “Muitos pacientes não sabem da existência da HF e não se atentam para os níveis muito altos de colesterol no sangue, por isso as campanhas têm um papel importante para a sociedade”. As pessoas que realizarem gratuitamente o exame também receberão um kit composto por ecobag, botom, revista e folheto com informações sobre prevenção e tratamento da HF, dicas nutricionais com especialistas e serão orientados pelos profissionais de saúde do Incor sobre como dar início  ao tratamento.

Os altos níveis de LDL no sangue acarretam em doenças coronarianas como infarto e AVC, sendo essas enfermidades a primeira causa de mortalidade no Brasil, resultando em 300 mil mortes anuais.

Para o médico cardiologista, professor assistente da Universidade de São Paulo e presidente da AHF, Dr. Henrique Tria Bianco, realizar o exame de colesterol é o pontapé inicial para o diagnóstico e acompanhamento da HF.“ Esta é uma condição familiar, portanto todos precisam ser avaliados.  São famílias com histórias de infarto que poderiam ser evitados. A HF é considerada silenciosa e pode ser confundida com outras enfermidades na hora do diagnóstico. O ideal seria uma aferição do colesterol, em momento oportuno, a partir dos 10 anos de idade”, afirmou.

A hipercolesterolemia familiar é considerada uma doença silenciosa por ser assintomática, por isso o acompanhamento regular é fundamental. Além do exame de LDL, também é importante fazer um teste genético e manter um estilo de vida saudável com alimentação balanceada e exercícios físicos frequentes para evitar o agravamento da doença. Por ser uma falha genética do organismo, o tratamento medicamentoso é indispensável para redução dos níveis de colesterol.

Material destinado ao público em geral. Consulte o seu médico para mais informações*

Referências
1 – https://www.gov.br/ebserh/pt-br/hospitais-universitarios/regiao-centro-oeste/hc-ufg/comunicacao/noticias/8-de-agosto-dia-mundial-de-combate-ao-colesterol#:~:text=Dia%208%20de%20Agosto%20%C3%A9,desenvolvimento%20de%20diversas%20doen%C3%A7as%20cardiovasculares.

2 – http://www.cardiometro.com.br/

https://abccardiol.org/article/atualizacao-da-diretriz-brasileira-de-hipercolesterolemia-familiar-2021/

  • SIGA O ACHÉ:

X
  • Alert
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

COLETA DE INFORMAÇÕES:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunicação.

SEGURANÇA:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

CANAL DE COMUNICAÇÃO:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.