Primeiro estudo clínico no mundo com dexametasona para o tratamento da Covid-19: corticoide Aché para o combate da pandemia

O Aché, em parceria com o Hospital Sírio-Libanês, iniciará protocolo de pesquisa para avaliar o possível efeito terapêutico de dexametasona em pacientes graves com COVID-19 em ventilação mecânica nas UTIs.

O medicamento dexametasona é um corticoide e já demonstrou anteriormente ajudar a reduzir a duração do uso de ventilação mecânica em pacientes com síndrome do desconforto respiratório agudo causada por outras doenças.

Esse é o primeiro estudo clínico no mundo que avalia a dexametasona em pacientes com COVID-19 na fase mais grave, com  síndrome do desconforto respiratório agudo. O Aché fornecerá 2,5 mil ampolas da medicação para serem utilizadas nas pesquisas clínicas, além de toda logística de distribuição para os centros de pesquisa e o seguro aos participantes do estudo.

Os primeiros resultados estão previstos para sair até final de junho e, segundo o Superintendente de Ensino e Pesquisa do Sírio-Libanês, o estudo avaliará 300 pacientes em mais de 40 centros de pesquisa e contará com o apoio do Ministério da Saúde e hospitais como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Oswaldo Cruz e Hospital do Coração.

 

Aché Laboratórios Farmacêuticos

Publicado em 16/04/2020.

 

Voltar