Lotes falsificados de Desobesi-M

Guarulhos,14 de maio de 2012

O Ache Laboratórios Farmacêuticos S.A. esclarece que o último lote de Desobesi-M fabricado pela empresa foi em julho de 2011, três meses antes da publicação da RDC 52/2011 de 06/10/2011. Esta medida foi tomada pela empresa se antecipando às discussões e posicionamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa perante este assunto, que culminou com a proibição da comercialização da substância femproporex.

Conforme a publicação da Resolução RE nº 2103, em Diário Oficial da União desta segunda-feira, 14 de maio de 2012, esclarecemos que os lotes L1100285 (Fab. set/11 - Val. Set/13), L1100090 (Val. Mar/14), L1100090 (Fab. Mar/11 - Val. Mar/13), L1103972 (Fab. Jun/11 - Val. Jun/13) e L1100090 (Val. Mar/13) do medicamento Desobesi-M comercializados clandestinamente, não são provenientes do Aché Laboratórios, sendo considerados falsificados após análises realizadas.

O Aché sempre atendeu prontamente às solicitações das agências sanitárias, o que denota que a empresa age de forma ética e transparente com seus consumidores, classe médica e órgãos reguladores.

Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.

Voltar