SUPERANDO

LIMITES

RELATÓRIO ANUAL 2017

EN     PT

O CAMINHO

TRAÇADO PARA

O FUTURO

Nosso Planejamento Estratégico direciona o crescimento da Companhia. Em 2017, tiveram sequência os projetos que levarão o Aché ao alcance de nossos objetivos de longo prazo.

Concebido em 2015 após um exercício em que cruzamos as perspectivas da indústria farmacêutica, a visão de nossos stakeholders e as nossas principais competências, o Planejamento Estratégico (PE) é revisado a cada dois anos, norteando o trabalho e as decisões do negócio.

São cinco direcionadores: Crescimento, Inovação, Excelência Operacional, Foco no Cliente e Sustentabilidade.

Ciclo virtuoso do Planejamento Estratégico

Pessoas treinadas, motivadas e capacitadas realizam processos eficientes, capazes de satisfazer as necessidades de nossos clientes, gerando resultados financeiros a serem reinvestidos na empresa.

GOVERNANÇA

CORPORATIVA

Comprometido com as melhores práticas, o Aché conta com um modelo de governança corporativa orientado por normas, políticas e mecanismos de controles internos e auditoria independente para prestação de contas, com o objetivo de viabilizar a execução das diretrizes estratégicas e dar transparência à tomada de decisão. [GRI 102-18]

Conselho de Administração

O mais alto órgão de governança é o Conselho de Administração, que tem como principais atribuições aprovar e monitorar o desempenho do negócio e o cumprimento do Planejamento Estratégico. São nove conselheiros (acionistas e membros independentes), que exercem mandatos de um ano e são apoiados pelos comitês de Estratégia, Pessoas e Assuntos Regulatórios; e Finanças e Gestão de Riscos.

Conselho de Administração

Diretoria Colegiada

A Diretoria Colegiada responde pela condução direta do negócio, estruturando a estratégia e garantindo a sua execução. Em linha com as principais frentes do Planejamento Estratégico, a Diretoria é assessorada pelos comitês de Performance das Unidades, Inovação, Excelência Operacional, Tecnologia, Pessoas, Gestão de Riscos, Ética e Resultados Financeiros.

Nossa contabilidade adota padrões internacionais (IFRS – International Financial Reporting Standards). Anualmente, as demonstrações financeiras da Companhia passam por auditoria externa, processo que reforça o compromisso com a transparência, a prestação de contas e a conformidade legal, além de fortalecer a imagem e a credibilidade do Aché perante o mercado e diferentes stakeholders.

O Código de Conduta baliza nossa conduta ética e de compliance e, por meio do nosso canal de Ouvidoria, recebemos relatos sobre eventuais desvios e irregularidades, com garantia de confidencialidade. Os casos são analisados pelo Comitê de Ética e posteriormente reportados aos membros do Conselho. Não houve nenhuma multa, confirmação ou denúncia de corrupção em 2017.

Diretoria Colegiada

Nossos modelos de governança e de gestão são sustentados por três princípios: conformidade legal, prestação responsável de contas e transparência, que orientam a tomada de decisão.

Estrutura de governança

[GRI 102-18]

Gestão de Riscos

Mantemos o olhar atento para os riscos capazes de influenciar a execução da estratégia e a sustentabilidade do negócio. O processo é conduzido pela área de Auditoria e Gestão de Riscos Corporativos, com reporte direto ao Conselho de Administração. O trabalho da área é acompanhado especialmente no Comitê de Finanças e Gestão de Riscos. A atualização da matriz de riscos acontece periodicamente. Com base nesse mapeamento, são definidas as ações de mitigação, que focam os processos organizacionais identificados com maior exposição a riscos no período de um ano. A matriz classifica os riscos em:

Estratégicos
Diretamente ligados à continuidade do negócio, são acompanhados de forma permanente pelo Comitê de Estratégia, Pessoas e Assuntos Regulatórios, que assessora o Conselho de Administração.

Financeiros e operacionais
Gerenciados especialmente pelo Comitê de Finanças e Gestão de Riscos, visando assegurar a excelência dos processos e preservar a competitividade e a rentabilidade do negócio.

Conformidade
Inclui os riscos regulatórios, que também são monitorados pelo Comitê de Estratégia, Pessoas e Assuntos Regulatórios. O objetivo é atender a todas as normas e padrões definidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No contexto de ética e compliance, os riscos são acompanhados pelo Comitê de Gestão de Riscos e gerenciados de acordo com os altos padrões de conduta e transparência adotados pelo Aché e com a efetividade de instrumentos como o Código de Conduta e o canal de Ouvidoria.

Ambientais
Há um sistema integrado de gestão ambiental e de segurança, gerenciado pela área de Engenharia de Segurança e Meio Ambiente (Sesma).
Há, ainda, o gerenciamento dos riscos reputacionais: riscos de qualquer natureza, que, em determinado momento, podem impactar negativamente na credibilidade da marca Aché, repercutindo nos resultados do negócio.

Aché

Right Menu IconMENU