Ousando ir mais longe

Capital Manufaturado

Além da estrutura física – prédios, fábricas e laboratórios –, destacamos no capital manufaturado as iniciativas direcionadas aos ganhos de eficiência operacional. É uma prática do Aché a busca constante pelo aprimoramento das operações e pela otimização dos recursos, consolidada em um dos pilares do Planejamento Estratégico 20/30. Os investimentos resultam em ganhos para a companhia e para nossos públicos, por contribuírem para a segurança e a qualidade dos produtos.

Em 2016, investimos cerca de R$ 52,1 milhões em excelência operacional, com foco em aumento da capacidade produtiva, inovação tecnológica, produtividade, qualidade, segurança e meio ambiente.

Ações focadas em ganho de eficiência operacional se destacaram em 2016.

Lançamos o Programa de Excelência Operacional (PEO), em 2015, e continuamos sua implementação em 2016. Buscamos a melhoria do Overall Equipment Effectiveness (OEE), uma metodologia mundial que mede a eficiência global dos equipamentos, para maximizar o parque industrial.

Na área de logística, iniciamos os projetos de consolidação das operações de armazenagem e otimização de fretes, que permitirão a redução de custos e a melhoria no atendimento aos clientes.

Para os fornecedores, instituímos o Projeto de Fornecimento Estratégico de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFAs), com o objetivo de garantir o fornecimento sustentável e contínuo de matéria-prima, reduzindo a exposição cambial, o lead time, os custos e os estoques de segurança. Consolidamos a base de fornecedores, fortalecendo as parcerias e diferenciando o Aché de forma estratégica no mercado de IFAs. Implementamos ainda o SAP/APO (Advanced Planning and Optimization), um sistema de planejamento avançado para a cadeia de suprimentos.

Os principais resultados das ações implementadas em 2016 foram:

Fachada do parque industrial, em Guarulhos.

Tecnologia da informação

O Aché concluiu a migração do ambiente tecnológico para o Office 365 em 2016, o que, na prática, significa colocar a companhia em serviços distribuídos em nuvem, permitindo maior mobilidade, segurança, flexibilidade e gestão de custo. O resultado impacta positivamente nossa produtividade comercial, além de reduzir os custos com infraestrutura em aproximadamente 20% e ter uma gestão de segurança aderente aos mais altos níveis internacionais de certificação.

Para as Forças de Geração de Demanda, desenvolvemos, em parceria com a área de Produtividade e a Central de Atendimento a Clientes (CAC), uma nova aplicação para as equipes reportarem com agilidade e segurança qualquer desvio de qualidade. A ferramenta, disponível no iPad, padroniza e facilita o recebimento de eventuais informações de não conformidade, e o fluxo, otimizado pelo sistema, permite que a ocorrência seja direcionada adequadamente para as áreas solucionadoras.

R$ 19,2 milhões

investidos em tecnologia da informação – Business Transformation.

Ao longo do ano, implantamos ainda os projetos: SAP HANA, que trouxe ganhos de produtividade, trazendo como maior benefício a preparação da infraestrutura de Tecnologia da Informação para suportar o Business Transformation previsto no Planejamento Estratégico. O APO foi implementado para elevar o nível de maturidade do processo de planejamento e controle da produção e o BPC foi implementado com a mesma finalidade para o processo de orçamento e o planejamento financeiro.