A partir de agora você deixa o Portal Corporativo do Aché.

O Aché Laboratórios S.A. não se responsabiliza por nenhum conteúdo além de seu domínio, exceto onde é indicado. Para obter mais informações sobre os medicamentos do Aché, recomendamos que verifique as bulas e procure um profissional de saúde.
Obrigado.

VoltarContinuar

paracetamol comprimidos

Comprimido

paracetamol. A persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado. Comprimidos - MS 1.1213.0370. Gotas - MS 1.1213.0332. Medicamento genérico Lei n° 9.787, de 1999.

  • indicações

    Alívio temporário de dores leves a moderadas associadas a gripes e resfriados comuns, dor de cabeça, dor de dente, dor nas costas, dores leves associadas a artrites, cólicas menstruais e para a redução da febre.

  • contra-indicações

    Paracetamol não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade ao paracetamol ou a qualquer um dos componentes da fórmula. Não use junto com outros medicamentos que contenham paracetamol, com álcool, ou em caso de doença grave do fígado.

  • precauções e advertências

    Podem ocorrer reações adversas inesperadas. Em caso de reação de hipersensibilidade, descontinuar o medicamento. Podem ocorrer anemia hemolítica, metahemoglobinemia, hipoglicemia, hipotermia, pancreatite, nefrotoxicidade, asma, hepatotoxicidade e, em casos de superdose, necrose hepática, pneumonite, eritema cutâneo e reações de hipersensibilidade. O paracetamol em superdose pode interferir com os sistemas de medida da glicemia em fitas reagentes. O paracetamol não deve ser administrado juntamente com outros produtos que contenham paracetamol. Embora possa ser utilizado durante a gravidez, o médico deve ser consultado antes da sua utilização. A administração deve ser feita por períodos curtos. O paracetamolnão deve ser administrado por mais de 10 dias para dor ou para febre por mais de 3 dias. Usuários crônicos de bebidas alcoólicas podem apresentar risco aumentado de doenças hepáticas caso o paracetamol seja ingerido em uma dose maior que a recomendada. O paracetamol pode causar dano hepático, e deve ser usado com cautela em pacientes com deficiência da enzima Glicose-6-fosfato Desidrogenase (G6PD). Gravidez e lactação: Categoria B de risco na gravidez.Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. O aleitamento materno é seguro. Administração de paracetamolcom alimentos retarda sua absorção, porém não a quantidade absorvida. A hepatotoxicidade potencial do paracetamol pode ser aumentada pela administração de altas doses de: barbitúricos, bissulfiram, carbamazepina, hidantoína, rifampicina e sulfimpirazona, como também com a ingestão crônica excessiva de álcool.

  • paracetamol comprimidos
  • paracetamol gotas

Legenda:

  • (SP)Sob Prescrição
  • (IP)Isentos de prescrição
  • (GB)Genéricos Biosintética
  • (D)Dermocosméticos
  • (F)Fitomedicamentos
  • (DM)Derma Medicamentos
  • (DS)Derma Procedimentos
  • (DT)Dermatológicos


Adicione aos favoritos